“Rita e a Floresta dos Legumes” é um projeto pedagógico de promoção de uma Alimentação e Estilos de Vida Saudáveis, dirigido para alunos e alunas do Ensino Pré-escolar e 1.º Ciclo de Escolaridade, desenvolvido pela artista musical Rita Redshoes, em parceria com a empresa Betweien, Lda.

A Dieta Mediterrânica, a Roda dos Alimentos, os Alimentos locais e da época, as Técnicas Culinárias saudáveis e tradicionais e o Exercício Físico são algumas das temáticas exploradas no projeto, que chegarão ao público estudantil através não apenas da história infantil, mas também de temas musicados pela Rita e/ou uma peça de teatro, que será a adaptação da narrativa do livro ao teatro.

O projeto andará por todo país e os estabelecimentos de ensino e instituições educativas poderão recebê-lo em diferentes modelos de apresentação.

Apresentacão do projeto

Há muitos, muitos anos, no tempo em que residias somente no bater ritmado do coração do teu pai e da tua mãe, a jovem Rita fazia amizade com os tambores, os pratos e as baquetas do grupo de teatro da sua escola. 1997 era o ano que corria, - Vê lá tu! No século passado! - quando, compassada pelo som de uma bateria, deu os primeiros passos na música. Só na música, porque ela já andava desde o primeiro ano de vida! Depois, a ‘amiga bateria’ apresentou-lhe os companheiros, outros instrumentos, com os quais criou e interpretou lindas melodias, que resultaram na colaboração em inúmeros projetos musicais com nomes estranhíssimos, como: ‘As Abelhas Atómicas’ (Atomic Bees), ‘Fotografias’ (Photographs), ‘O Cão Vermelho Rebelde’ (Rebel Red Dog), ‘O lendário homem-tigre’ (The Legendary Tigerman), o ‘Noiserv’ (Não sei o que significa, creio que tem a ver com barulho!), a GNR (É verdade! Juro! Eu também não sabia que, no século passado, a polícia tinha um grupo de música!)… Ah espera, ao que parece também colaborou com um músico com um nome normal, David Fonseca!

Porque estudou muito, sim a Rita teve de estudar! Achavas que isto de viver para e da música não carecia de estudo? Enganas-te! Estudou canto lírico e piano, finalizando o Curso Profissional de Música e Novas Tecnologias. Como a música cura muitas das feridas que temos dentro da cabeça, a Rita também estudou Psicologia Clínica. E, desde então, a cantar, ajuda aqueles que sofrem dores de cabeça, tanto em Portugal como no estrangeiro! Sim, a Rita teve de ir a outros países cantar. Se calhar, os cantores dos outros países não são tão bons quanto a Rita a curar os males da cabeça! Já esteve no Festival South By Southwest (EUA), no Eurosonic (Holanda) ou no Festival Peace & Love (Suécia). Procura estes locais no mapa-mundo e verás que estes sítios ficam mesmo muito longe!

Um certo dia, a Rita decidiu que queria trabalhar sozinha. Eu acho que os nomes estranhos dos grupos com quem trabalhou a assustaram. Em 2008, apresentou o seu primeiro álbum a solo. ‘A solo’ significa sozinha, como referi em cima. Mas, não sei porquê, também o batizou com um nome estranho: “Golden Era”. Afinal, os nomes estranhos não a assustam! Em 2010, publicou "Lights & Darks", em 2014, “Life is a Second of Love” e, em 2016, “Her”.

Para além da música, a Rita também gosta muito de escrever histórias e de desenhar. Tem três obras editadas: “Sonhos de Uma Rapariga Quase Normal” (2015, Guerra & Paz), o livro infantil “O Gato Surucucu e o Corvo Negro” (2016, Science4you) e “Peter Pan” (2017, Empresa).

Se quiseres saber mais sobre a Rita acede, com a supervisão de um/a adulto/a, a www.ritaredshoes.com.

Rita Redshoes

A Betweien é uma empresa especializada na conceção, desenvolvimento, implementação e implantação de projetos e conteúdos educativos. Com estatuto de Spinoff da Universidade do Minho, tem centrado a sua atividade em áreas tão distintas e transversais como são a Educação Empreendedora, a Educação para a Igualdade de Género, o Bullying Escolar, Promoção da Interculturalidade e a Educação Ambiental.

O projeto pedagógico “Livres e Iguais” é o resultado de várias experiências de implementação de projetos e participação em ações de sensibilização, prevenção e combate à Discriminação.

Betweien, Lda.

© 2018 por Betweien, Lda.